Rua Pedro Jaccobucci, 400 . São Bernardo do Campo - SP (011) 4330-6166 (011) 96301-1337 administracao@apmsbc.org.br

SAÚDE - Os cuidados com os Mais Médicos

A APM pode contribuir com o programa Mais Médicos, recebendo e apoiando os novos médicos, em parceria com os municípios e Universidade


Ao longo de sua história, a Associação Paulista de Medicina (APM) tem contribuído na promoção de uma medicina de qualidade em todos os campos, tanto no interesse de seus associados como também na qualidade do serviço que é entregue a nossa população. Para realizar essa tarefa, a APM tem se dedicado à formação e especialização dos médicos, interagindo com organizações sociais e associações de pacientes e portadores de patologia, o que a tornou referência na boa prática médica.

A recente decisão do governo cubano em retirar seu pessoal que trabalhava no Programa Mais Médicos de forma unilateral e abrupta gerou um enorme problema para o governo Brasileiro. Temia-se a desassistência total da população mais sofrida e a não reposição desses profissionais, afinal eram mais de 8.000 médicos cubanos espalhados por todo o Brasil.

De pronto o governo se mobilizou e os médicos brasileiros, de imediato, se ofereceram para ocupar os espaços deixados pelos profissionais de Cuba. Hoje, já chega a mais de 30.000 voluntários que se propõem a ocupar essas vagas. Existem muitos aspectos a serem analisados, como as questões econômicas, uma vez que mais de 70% dos recursos que eram pagos não ficavam na mão daqueles que exerciam a atividade, mas, sim, eram destinados ao Governo Cubano, e, portanto, exauriam a economia brasileira e não circulavam em nosso país. A partir da mudança do programa, os recursos serão pagos diretamente ao médico, que os utilizará na sua comunidade, podendo contribuir com a economia local.

Porém, o que mais tem nos preocupado, como representantes de entidades médicas, é poder apoiar e auxiliar esses colegas que estão chegando aos mais variados locais do país sem o devido conhecimento tanto da área de trabalho quanto da comunidade que será inserido. Sabemos que a Universidade tem tido um papel importante nessa questão, e deverá continuar tendo, e que já atua com uma estrutura organizada e participativa ligada ao Ministério da Educação e Cultura para o acompanhamento da atividade do ponto de vista científico e educacional, fornecendo capacitação e orientação, o que permite, inclusive, habilitar esses profissionais e qualificá-los.

Dentro da missão que realiza em todo o Estado de São Paulo, temos a convicção de que a APM pode contribuir no sentido de receber e apoiar esses novos médicos em parceria com os municípios e Universidade, trabalhando no apoio científico, social e também nos colocando à disposição de cada um desses colegas para que se sintam acolhidos.

Estamos nos colocando à disposição dos Ministérios da Saúde, Educação e dos municípios para auxiliá-los nessa tarefa de reconstrução do projeto Mais Médicos, que tem sido muito importante para a população mais carente. Mais do que isso, queremos que esses colegas possam se sentir à vontade em nossas casa Neste momento de mudança em que estamos recebendo um novo governo, que com a renovação traz para todo o povo brasileiro esperança e expectativa de melhoria em todas as áreas da atividade social, temos que nos irmanarmos, dar as mãos e juntos trabalharmos para construir o país que queremos e podemos deixar para nossos filhos.

Por fim, estamos nos aproximando das festas de final de ano, com o Natal, onde homenageamos o nascimento de Cristo e na passagem de ano, que renovamos nossas esperanças, a Diretoria da APM São Bernardo e Diadema quer desejar os melhores votos de um feliz natal e que a passagem para o ano novo venha acompanhado de muita luz e realizações.

João Eduardo Charles

Presidente da Associação Paulista de Medicina

Regional de São Bernardo do Campo e Diadema


Conheça os espaços para eventos da APM-SBC/D, clique aqui

 

Voltar