Rua Pedro Jaccobucci, 400 . São Bernardo do Campo - SP (011) 4330-6166 (011) 96301-1337 administracao@apmsbc.org.br

Autoridades prestigiam abertura do 20º Congresso Brasileiro de Qualidade em Serviços de Saúde

Ao longo de sua história, o CQH já teve 268 hospitais participantes, dos quais 38 conquistaram o Selo de Conformidade, como reconhecimento às melhorias da qualidade assistencial, e 11 ainda mantêm a certificação, renovada a cada dois anos, dentro da normatização que avalia a melhoria organizacional contínua.

Segunda, 30 de setembro de 2019


“Um dos vários parâmetros que dão valor às profissões da Saúde é a gestão, com o envolvimento de múltiplos profissionais que convergem suas atenções às pessoas assistidas. No entanto, são os valores desses pacientes que fazem o conjunto desses profissionais. Aqui temos alguns exemplos que resultaram na iniciativa deste 20º congresso”, destacou o presidente da Associação Paulista de Medicina, José Luiz Gomes do Amaral, na abertura da 20ª edição do Congresso Brasileiro de Qualidade em Serviços de Saúde e 3º Congresso Brasileiro de Medicina Preventiva e Administração em Saúde.

O presidente do Programa Compromisso com a Qualidade Hospitalar (CQH), mantido pela APM, Milton Massayuki Osaki, rememorou a história do CQH, surgido em 1991, através do pioneirismo visionário dos médicos Ivomar Gomes Duarte, Sérgio Salubo e Haino Burmester, e do apoio da APM, do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo e da Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo.

“Inicialmente denominado Controle para a Qualidade Hospitalar, o atual nome de Compromisso com a Qualidade Hospitalar reverbera a transformação e consolidação da metodologia própria de trazer a qualidade da assistência através de melhoria da gestão”, informa Osaki, que também é presidente da Sociedade Paulista de Medicina Preventiva e Administração em Saúde (Sompas).

Ao longo de sua história, o CQH já teve 268 hospitais participantes, dos quais 38 conquistaram o Selo de Conformidade, como reconhecimento às melhorias da qualidade assistencial, e 11 ainda mantêm a certificação, renovada a cada dois anos, dentro da normatização que avalia a melhoria organizacional contínua.

“Nessa jornada de melhoria assistencial, ocorreram acordos de cooperação internacional, destacando-se com a Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (Apah). E neste ano, temos a cooperação com a Associação Peruana de Administradoras Hospitalares. Além disso, umas das atividades que sempre ocupou destaque para o CQH foi a realização de congressos para atualização e compartilhamento de conhecimento entre gestores da área da Saúde, que neste ano traz como tema principal a tecnologia e sua aplicação em gestão hospitalar”, resume o presidente do Programa.

O diretor de ensino da Sociedade Peruana de Administração de Saúde, Leonardo Ronyald Rojas Mezarina, agradeceu o convite e o início de parceria entre as sociedades peruana e brasileira. “Essa união fortalece o vínculo em benefício de ambas sociedades. A nossa organização é uma das principais sociedades representativas do colégio médico do Peru, uma instituição que congrega todos os 80 mil médicos do país. E minha presença neste congresso tem como propósito compartilhar a minha experiência dedicada há mais de dez anos em gestão de projetos de tecnologia em Saúde”, destacou.

Por fim, o assessor técnico do Gabinete da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, Cícero Costa Viana Campanharo, parabenizou a trajetória de gestão e qualidade do Programa CQH e a abordagem do Congresso. “Claro que no Brasil ainda temos muitos problemas de recursos, não resolvemos essa questão, mas avançamos um pouco em melhoria de gestão. A demanda de saúde da população é muito maior do que conseguimos oferecer, e lógico que temos de aumentar e melhorar o serviço de saúde, mas sem a tecnologia como ferramenta não vamos chegar à velocidade que queremos.”

ProgramaçãoNo mesmo dia da abertura, ocorreram as aulas Tecnologia e Gestão em Serviços de Saúde, de Cícero Costa Viana Campanharo; Proteção de Dados Pessoais – Lei 13.709, de Caio Cesar Lima; Modelo de Excelência da Gestão, de Jairo Martins da Silva; Transformação Digital na Gestão da Saúde, de Beatriz Faria Leão; Tecnologia de Apoio ao Paciente – Prática no Hospital Santa Cruz; DataOpera – Rede Colaborativa em Saúde, de Paulo Salomão; e Prontuário Eletrônico – Prática de Aplicação em Unidade de Saúde, de Roberto Greenhalgh.

Já nesta sexta-feira (27), ocorrem as palestras Aplicação da Inteligência Artificial na Gestão da Saúde Peruana, com Leonardo Ronyald Rojas Mezarina; Modelo de Gestão para Tecnologia da Informação em Saúde, com Claudio Giulliano Alves da Costa; Modelo de Gestão para Tecnologia da Informação em Saúde – Unimed Recife III, com Fernando Cruz; Tecnologia de apoio à gestão da saúde sob a visão das instituições formadoras e dos Conselhos Regionais de Medicina e Enfermagem, com Antônio Carlos Endrigo; e Aplicativo como ferramenta para a Gestão Assistencial – Prática no Hospital Policlin, com Tatiana Lima Farias Melo.

Por: APM

 

Voltar